quinta-feira, 30 de agosto de 2018

NÃO TOMA POSSE : MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PEDIU NULIDADE DOS VOTOS DE EVANUEL E EVERALDO DO SINDICATO RURAL DE CUITÉ

Na quarta-feira(29) a Procuradora do Trabalho em Campina Grande , Marcela de Almeida Maia Asfóra manifestou-se pela procedência de nulidade dos votos da chapa 2 no último pleito de Julho de 2018 da eleição do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cuité.

A chapa 2 tinha vencido a chapa 1 com placar  apertado de apenas 15 votos. 

 A decisão do Ministério Público do Trabalho foi por inlegibilidade , inclusive os suplentes não podem tomar posse . 

 Segundo informes o  juiz já acatou o pedido do Ministério Público  de não empossar os membros da chapa 2. Após isso vai decidir o pedido da Procuradoria  do Trabalho  enquanto a inlegibilidade.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.