sábado, 1 de setembro de 2018

EFEITO DOMINÓ : TSE AO DEIXAR LULA INELEGÍVEL PODE DERRUBAR OUTROS CANDIDATOS PELA LEI DA FICHA LIMPA



O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na noite da sexta-feira(31) indeferiu por maioria de votos ( 6 x 1 ) o registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para disputar as eleições à Presidência da República em outubro. 

A decisão seguiu entendimento do relator do pedido na corte , que declarou a inelegibilidade.

 Efeito Dominó com essa decisão do TSE , a tendência é que candidaturas com pedidos de impugnações Brasil afora possa ser mantida pelos tribunais eleitorais em seus estados . 

Na Paraíba o Ministério Público Eleitoral impugnou através de uma Ação de Impugnação de Registro de Candidatura (AIRC) 15 pedidos de candidaturas para deputado federal e 37 candidaturas a deputado estadual todas aguardando julgamento . 

Na imagem acima o ex-prefeito de Cuité que também e inelegível , ao lado da ex-prefeita de Cuité Euda Fabiana e do presidente do Patriota deputado Janduhy Carneiro que pode ter dificuldade de eleger mais de um candidato a deputado estadual do partido  neste pleito em razão do coeficiente de votos.  

Na região do Curimataú entre os três nomes que estão disputando uma vaga na Assembleia , apenas a da ex-prefeita candidata Euda Fabiana está na mira da aplicabilidade da Lei da Ficha Limpa  através do processo  de registro n. 0600668-66.2018.15.0000 protocolado em 20 de agosto de 2018 impugnado pelo Procurador Eleitoral Victor Veggi .

Os advogados da candidata Euda Fabiana divergem do procurador , e espera que o juiz não acate a decisão.  São muitos os pedidos de impugnações , somente na Paraíba serão jugados 52 pedidos onde o candidato pode concorrer o pleito sob a impugnação sem julgamento  , e o partido correr o risco em não substituir a candidatura e perder os votos por nulidade, caso a candidatura efetivamente seja indeferida.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.