sábado, 17 de novembro de 2018

UMA DAS PRIMEIRAS MÉDICAS CUBANA A DEIXAR O BRASIL FOI EM CUITÉ NO ANO DE 2015


Os profissionais dos Mais Médicos que chegaram a Cuba após deixar o Brasil contam que teve experiência acolhedora nos municípios brasileiros. Com a saída de cubanos, cerca de 600 cidades podem ficar sem médico até o mês de dezembro de 2018.

Mais de 700 municípios tiveram médico pela primeira da sua história devido o programa Mais Médico.   Um dos primeiros médicos Cubanos abandonarem o programa Mais Médico aconteceu no município de Cuité que fica a 230 km de João Pessoa na Paraíba, isso no ano de 2015.

 A médica cubana Yaima Camejo, alegou ter sofrido maus tratados por parte da secretaria de saúde do município na então gestão da prefeita Euda Fabiana que tinha seu irmão Gentil Palmeira Filho secretário da pasta.

  Desde aquela época a médica cubana alegava que não recebia bolsa integral e constante atraso de aluguel e obrigado a conviver com moveis velhos e cheio de cupins.  Yaima Camelo trabalhava na unidade de saúde do Luzia e era muito querida pelos usuários devido ser uma excelente profissional.
 A médica deixou o Brasil e foi para os Estados Unidos, alegando como opção em escolher outra pátria, no Brasil tinha refugio político poderia ficar trabalhando e ter feito o revalida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.