segunda-feira, 22 de julho de 2019

GARIS TRABALHAM SEM FARDAS E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO EM CUITÉ

Os garis da prefeitura municipal de Cuité ficam expostos a riscos . Os agentes de limpeza das cidades mais próximas  a exemplo de Nova Floresta e Jaçana contam com fardamento , na Capital do Curimataú o último fardamento dos garis foi na gestão de Euda Fabiana. 

Uma imagem feita pelo próprio prefeito , mostra que os profissionais trabalham sem usar equipamentos de proteção individual (EPIs) . Os garis recolhem o lixo de forma inadequada.  

Infelizmente, nessas condições os trabalhadores ficam expostos a uma série de riscos. Não é diferente com a coleta de lixo , além de ser transportado em caminhões abertos , eles lidam com  matérias orgânicas, às vezes em decomposição, que criam alguns microrganismos. Durante o manuseio, ele pode ter necessidade de coçar o olho ou a boca, podendo transferir o material do lixo para o corpo. Por isso a necessidade do uso dos EPIs.

Sem EPIs e uniforme, os garis de Cuité , usam suas próprias roupas (calça , camisetas e botina) para fazerem a coleta do lixo.

De acordo com as informações, os profissionais nunca passaram por treinamentos de conscientização e os riscos de saúde que correm por trabalharem sem os devidos equipamentos de segurança, o que caracteriza uma falha grave.

O objetivo da matéria , é cobrar dos órgãos competentes e exigir que eles (GARIS), usem os EPIs, não apenas por segurança, mas porque assim exige a lei.

Pela legislação que regula o setor, durante o trabalho, os garis devem usar uniformes com faixas refletivas, luvas adequadas, botinas, máscaras, óculos, bonés e protetores de ouvido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.