sábado, 24 de agosto de 2019

NO DIA QUE CHARLES FALOU DE RENÚNCIA

O prefeito interino de Patos, Sales Júnior (PRB), renunciou ao mandato . Sales, que é vereador, protocolou na Câmara Municipal um comunicado em que também renuncia à presidência da câmara , o que na prática o afasta da linha sucessória da prefeitura.

Na condição de presidente da Câmara, Sales estava no comando da Prefeitura de Patos desde abril deste ano, quando o então prefeito, Bonifácio Rocha (PPS), renunciou ao cargo.

Bonifácio, que foi eleito vice-prefeito da cidade em 2016, assumiu a gestão municipal , quando o prefeito eleito Dinaldo Wanderley (PSDB) foi afastado pela Justiça após uma operação deflagrada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB). 

Onde tem  Cuité nessa história , prefeito de Cuité confidenciou a este signatário blogueiro no dia que o vice-prefeito de Patos, Bonifácio ,  renunciou a difícil tarefa de gestor público .

  Segundo dizia o prefeito o seu maior adversário era os próprios correligionários , muita pressão .   Charles trocou algumas peças do seu governo ,mas manteve alguns na pasta essencial como social e finanças . 

A respeito de renúncia  é preciso fazer um comparativo entre a cidade da morada do sol , Patos e Cuité :  A prefeitura de Patos foi entregue ao vice , destroçada  e ingovernável bem diferente da prefeitura de Cuité onde a gestão de Euda Fabiana fez dois mandatos exitosos e os problemas deixados viáveis de ser sanados , e assim os foram.  

Se a gestão de Euda Fabiana tivesse sido ruim , teria inviabilizado o governo de Charles.  Essa afirmativa é tão verdadeira que o atual prefeito de Cuité quer fazer mais quatro anos de mandato . Se Cuité fosse a morada do sol ( Patos) ninguém queria se queimar.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.